Guanandi(Calophyllum Brasiliensis)

Planta nativa originária das Américas Central e do Sul, é altamente resistente a pragas e doenças. Foi a 1ª madeira protegida por lei, para que se evitasse a sua extinção na época do império. Dai o nome "madeira de lei". Seu taboado apresenta cor que vai do bege-amarelado até os tons acastanhados. Madeira nobilíssima, empregada na fabricação de móveis de alta qualidade, detalhes para interiores e exteriores, escadas, deks para piscinas e similares, embarcações, mastros, painéis diversos, estacas e esteios, assoalhos, barris para vinho, etc. É indicada, também, para uso em áreas úmidas ou submersas, pois é dita imputrecível. Exige dois desbastes antes do corte final. O primeiro não tem valor comercial, aos 4 a 6 anos. O 2º aos 10/12 anos, quando já tem valor comercial para o mercado. O corte seletivo se dá por volta dos 15 anos e o corte final aos 18/20 anos. Apresenta índice de rebrota acima de 80%. Pode ser plantado em uma boa gama de tipos de solo, inclusive naqueles com drenagens deficientes e que estejam temporariamente alagados. Em comparação com o Eucalípto para carvão, sendo ambos bem cultivados, apresenta lucro entre 80 a 120 vezes maior e até mais. No entanto os custos para o plantio, manutenção e colheita são muito parecidos. Pode ser plantado e explorado em 50% da reserva legal, também. É bastante utilizado na ornamentação urbana.

Foto do Viveiro Camapuã
Foto do Viveiro Camapuã
Foto do Viveiro Camapuã

Viveiro Camapuã 2017 - Entre Rios de Minas - MG. Todos os direitos reservados